PROJECTO DE HABITAÇÃO CARCAVELOS

CONCURSO PÚBLICO

A presente estratégia de intervenção tem como princípio basilar o respeito pelas lógicas do património edificado e não edificado existentes no contexto próximo. A valorização da unidade do património edficiado, bem como o reconhecimento da importância do sistema de vistas e relações de acessos viários e pedonais, tem como resultado a proposição de um edifício repartido em duas volumetrias, unificadas por dois pisos em cave, que procuram responder às especificidades próprias do lugar.

 

A lógica de implantação volumétrica benefícia do posicionamento altimétrico proeminente, marcando o topo da urbanização Quinta da Bela Vista com duas volumetrias que se abrem sobre a paisagem e definem um novo espaço ajardinado que serve de elemento de continuidade entre o vasto espaço central que se estende para sul e as ruas da Ilha Graciosa e Ilha do Pico. Aqui, procura-se desenhar um espaço público em plena harmonia física e visual com a envolvente, formando novos percursos e colmatando os existentes.

A proposta tira partido da posição altimétrica da área da intervenção e da topografia existente, sendo proposto um combro, formado pelo aproveitamento de terras resultantes das escavações inerentes à construção dos edifícios novos edifícios, formando-se um miradouro, que oferece vistas privilegiadas sobre as vinhas a norte e nascente, e o mar a sul.

 

 

Tipologia:

Habitação

 

Localização:

Caiscais, Portugal

 

Cliente:

Município de Cascais - Concurso Público